By Marcos

O concurso “Cartas para Deus” faz parte do projeto Escola da Vida (EDV).

E nessa terça feira (16/10), foi dia de entregar as cartinhas para Deus respondidas aos alunos.

O concurso “Cartas para Deus” faz parte do projeto Escola da Vida (EDV). Os alunos são desafiados, no decorrer da EDV, a entregarem cartas contando suas histórias, desabafando e às vezes até pedindo ajuda. São muitas histórias alegres e tristes, algumas chegam a nos fazer chorar.

Após a entrega das cartas, um grupo de voluntários lê cada uma delas e juntos decidem as 3 mais sinceras para serem premiadas no dia do Evento Cultural, que encerra a EDV. Essa EDV do Colégio Margarida Pinho Rodrigues, nos rendeu 45 cartinhas. Você deve estar se perguntando: – Mas como esses voluntários se reúnem ? Como eles discutem e selecionam? Pois bem, ai vai nosso segredo: … quer saber, vou deixar para contar no nosso treinamento dia 27/10 (RS).

Sim, dá um trabalhão! Mas a equipe é fantástica e super comprometida com o sigilo, e em adotar em oração cada jovem e realidade descrita ali. Esse grupo não é apenas para cumprir uma programação pré determinada, ou seja, algo mecânico: ler, selecionar e responder cartas. Não! Todos ali conversam, choram, sentem as dores, perdas, alegrias, dúvidas e tentam encontrar soluções para o que lemos ali.

Depois do concurso, premiação e fortes e emoções que tivemos nessa EDV ,no dia do evento cultural, começa o processo de resposta aos adolescentes. Costumo dizer no grupo, que eu administro, que oro para que eles sejam boca de Deus a falar aos corações dos alunos por meio da carta. Que não seja uma simples resposta, mas que seja motivação, alento, cura, esperança e fortalecimento, e que muitas vezes acompanham uma barra de chocolate ( porque como eu disse: “meus parceiros são top”), que seja aquilo que eles precisam ler, para que talvez, seja “A ” palavra que os livre de desistir da vida.

E como eu dizia lá no início, hoje foi dia de entregar essas cartas vivas de Deus para os nossos adolescentes. Muitos ficaram surpresos, outros não quiseram ler na sala, pois não conseguiriam conter as lagrimas e outra, até correu atrás dos voluntários da capelania porque queria saber quem respondeu a carta dela. Provavelmente, realizaremos esse encontro na semana que vem e eu espero ter você aqui comigo para saber como é que foi.

E você? Vai ficar ai só olhando? Se tiver interesse em conhecer ou saber onde pode nos ajudar, entre em contato conosco.

By Marcos

Ao mestre com carinho! Feliz dia dos professores.

E nessa semana, o tema de nossa capelania foi sobre uma data mais que especial: “O dia dos professores”. Sim, eles foram o assunto do momento. Foi um tempo de ouvir histórias, valorizar e agradecer a Deus por esses valentes que arregaçam as mangas e vão a luta pois creem que a educação, essa sim, pode transformar realidades, famílias, histórias e até mesmo a nossa nação.

O objetivo era conversar sobre a importância desse processo de ensino e aprendizagem, fazendo uma ponte com o ministério de Jesus e, principalmente o de valorizar todo trabalho do professor.

Durante a ministração, era pedido aos professores que contassem o que os levou a escolher a profissão. Um dos testemunhos foi de uma professora que disse ter escolhido lecionar, depois de um período de estágio em que ela teve contato com um menina muda que, para se comunicar com ela, era necessário olhar nos olhos dela e era preciso tocar no pescoço para que ela sentisse as cordas vocais e assim entender o que estava sendo ensinado. A professora relata que essa experiência mudou a sua vida, com isso escolheu a educação. Essa professora, ainda, diz que não está na sala de aula apenas para ministrar um conteúdo, mas para ouvi-los, pois entende que se eles não estiverem bem, sua aula não vai fluir.

Uau! Que alegria ouvir relatos como esse. Toda semana, incansavelmente, levamos uma palavra de vida e amor a tantos jovens e adolescentes, e esse é o nosso alvo.

Queremos deixar nossa gratidão a todos aqueles que nos aceitam, que apoiam, que participam, que vibram, que reconhecem a importância do nosso trabalho e abrem 15 minutos dentro da sua aula para que essa semente seja plantada.

Muito obrigado professor! Obrigado por acreditar neles, por sonhar com eles, por estar com eles e ir à escola todos os dias por eles, por acreditar que eles têm futuro sim, mesmo que contra todas as estatísticas. Oramos para que Deus os abençoe, fortaleça e derrame cada vez mais criatividade, sabedoria e amor pela educação. Que a semente plantada  frutifique e traga muita alegria ao coração de vocês. Essa geração precisa de vocês. Que vocês sejam “indesistíveis” nessa missão de construir um futuro com esses adolescentes. Hoje o texto não será sobre eles, e sim sobre vocês!

Ao mestre, com carinho, o nosso muito obrigado. Nós estamos com vocês nessa.

MPC Baixada Santista